games
curiosidades
esportes
bizarro
filmes

Curiosidades

O homem que voltou a enxergar graças a um chip

Quando abriu o olho esquerdo pela primeira vez – dezesseis anos após perder a visão completa devido à retinite pigmentosa (o funcionamento do olho direito também deficiente) –, o finlandês Miikka Terho, de 46 anos, viu novamente o mundo, ao menos em suas formas. Bastaram três semanas de exercícios intensivos para que as imagens que inicialmente se restringiam a clarões e silhuetas se transformassem em figuras detalhadas, com precisão suficiente para distinguir tipos de talheres e para devolver a Miikka a segurança para se locomover por uma sala.

"O implante foi a melhor coisa que me aconteceu no últimos tempos. Foi gratificante saber que a cirurgia não tinha sido em vão", diz. Décimo primeiro voluntário a se submeter a um procedimento experimental e promissor, o implante de microchip por trás da retina, Miikka obteve os melhores resultados com a técnica criada pela equipe do alemão Eberhart Zrenner.

A ideia de usar a tecnologia computadorizada para trazer de volta a visão de pacientes não é nova. No primeiro semestre de 2009, um chip implantado na retina recebia informações vindas de uma câmera instalada nas lentes de um óculos e as enviava ao cérebro. Mas Zrenner conseguiu aperfeiçoar a ideia, em um procedimento pouco invasivo e, até o momento, seguro.

“A diferença é o local onde o chip é implantado. No procedimento de Zrenner, ele é colocado debaixo da retina e só é indicado para pacientes que perderam completamente a visão”, diz Mario Mota, oftalmologista presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia e da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo.

A ritinite pigmentosa é uma doença genética que deteriora os pigmentos do olho que absorvem a luz. Ela geralmente se manifesta entre os 10 e 20 anos de idade e tem uma progressão lenta, que pode levar anos para chegar ao seu ápice. “Na maioria dos casos, o paciente não perde a visão total. Ele continua capaz de se locomover sozinho, por exemplo”, diz Mota. Mas Miikka não teve tanta sorte.

Com a perda progressiva dos fotorreceptores da sua retina, ele perdeu a visão total do olho esquerdo aos 30 anos. “Foi quando perdi a capacidade de ler”, relembra. Havia uma única maneira de reverter a cegueira: substituir as células fotorreceptoras danificadas por outras, capazes de dar continuidade ao processo de transmissão de imagem. O chip criado por Zrenner faria esse papel. “Voltei a ser capaz de ver tudo o que estava em cima de uma mesa. Desde então, foram três meses maravilhosos. Não vejo a hora de colocar a nova versão melhorada do chip”, diz Miikka.

Apesar de ter os dois olhos prejudicados pela ritinite pigmentosa, Miikka atravessou os três meses da fase experimental com o chip apenas em um deles, o esquerdo, onde o problema era mais grave. "Se tivesse o dispositivo nos dois, eles poderiam não se sincronizar perfeitamente. Pelo menos até o momento, é mais sensato colocar apenas em um”, diz o paciente.

A opção médica não foi aleatória. De acordo com o oftalmologista Mario Mota, um dos riscos da operação é o descolamento total da retina, o que pode deixar o paciente cego. “Os benefícios que a cirurgia pode trazer, então, acabam sendo muito maiores do que os riscos”, diz. Como todo procedimento invasivo, a operação tem ainda chances (pequenas) de hemorragia interna e infecção pós-operatória.



Compartilhe:



Fonte


Curiosidades, em 05/11/2010 às 11:26 por Juliane






Comentários:





destaques em Curiosidades

John Titor, o homem que viajou no tempo

Em Novembro do ano de 2000, Timetravel_0 era o nickname de J [ler+]

9 tradições perigosas ao redor do mundo

Em alguns países islâmicos, é mais do que normal ver mulhere [ler+]

12 Paradoxos da viagem no tempo

1) Paradoxo do Avô: Certamente o mais famoso paradoxo tempor [ler+]

Corrida Tough Guy 2012, somente para durões

Disputada pela primeira vez em 1986, a corrida Tough Guy é r [ler+]

mais vistos em Curiosidades

Qual é a coisa mais nojenta que existe?

Pense em um lenço estranho, de uma pessoa desconhecida, ping [ler+]

9 tradições perigosas ao redor do mundo

Em alguns países islâmicos, é mais do que normal ver mulhere [ler+]

Sagui-leãozinho, o menor macaco do mundo

O sagui-leãozinho ou sagui pigmeu é o menor primata do mundo [ler+]

A aranha mais venenosa do mundo

Extremamente rápida, agressiva e venenosa, a aranha armadeir [ler+]


publicidade

publicidade