games
curiosidades
esportes
bizarro
filmes

Interessante

Cientistas identificam gene da longevidade

Já imaginou ser capaz de saber por quanto tempo irá viver? Fatores econômicos, sociais e ambientais à parte, cientistas da Universidade de Boston acabaram de descobrir que a longevidade do ser humano pode também ser determinada pelo gene. E, a partir disso, estão desenvolvendo um teste que dirá se você tem ou não propensão a ter uma vida longa.

Segundo a revista Popular Science, apenas 1 em cada 600 mil pessoas vivem mais do que 100 anos. Procurando encontrar alguma particularidade nesse grupo raro no mundo, a equipe de pesquisadores analisou os genomas de 1.055 homens e mulheres centenários e, para controle e comparação, de 1.267 mais jovens.

Localizaram, então, um conjunto de 150 marcadores genéticos que, unidos, são associados à longevidade extrema – o que não significa apenas fazer o aniversário de 100 anos, mas chegar até lá com saúde. Eles não identificaram todos os genes envolvidos, mas 19 grupos de genes foram encontrados em 90% dos centenários, que lhes garantem certa imunidade contra doenças do envelhecimento. Também notaram que 45% dos mais velhos, com cerca de 110 anos, apresentaram uma maior freqüência de alguns marcadores.

A partir dessas descobertas com os genes envolvidos com a vida prolongada, os cientistas desenvolveram um modelo para calcular se o indivíduo pode atingir os 100 anos ou não. A porcentagem de acerto na estimativa foi de 77%. O resultado é notável, mas a equipe reconhece que ainda há muito a ser descoberto.

Os cientistas afirmam que o fator genético não é o único para se tornar um centenário. “Há outros fatores como ambiente ou estilo de vida que ajudam o indivíduo a viver por mais tempo e de forma mais saudável”, disse Paola Sebastiani, coordenadora do projeto à coletiva de imprensa, segundo a revista Scientific American. Ela acredita que o mais importante do método será, por outro lado, ajudar na prevenção e tratamento de doenças relacionadas à velhice, como câncer, Alzheimer, Parkinson, demências e cardiovasculares.



Compartilhe:



Fonte


Interessante, em 19/07/2010 às 15:39 por Juliane






Comentários:





destaques em Interessante

Jovem tem braços artificiais controlados pelo poder da mente

Após perder os braços em um acidente de trabalho há quatro a [ler+]

Os robôs mais realistas do mundo

A ficção científica está repleta de histórias em que é difíc [ler+]

Nosso cérebro é mais semelhante com o dos macacos do que se pensava

Livros didáticos e as imagens do Google estavam erradas, ass [ler+]

Um misterioso som vindo do Oceano Pacífico!

A foto é uma representação visual de um som alto e incomum v [ler+]

mais vistos em Interessante

Pesquisadores alegam ter encontrado a cidade perdida de Atlântida

A Atlântida ou Atlantis é uma lendária ilha ou continente cu [ler+]

Designer de moda cria roupas feitas de leite

Anke Domaske, uma designer de moda e microbiologista alemã, [ler+]

Esmaltes diferentes

Se você achava que a criatividade das marcas estava no fim, [ler+]

Britânico perde 1/3 da cabeça em queda brutal

Alan Hind tem 28 anos e vive sem um terço de seu crânio devi [ler+]


publicidade

publicidade

vídeos

A melhor ilusão de ótica de 2010

Kokichi Sugihara, do Instituto Meiji de Estudos Avançados de Ciências Matemáticas, ganhou o concurso [ler+]

» recente em vídeos

Ver Mais Vídeos »