games
curiosidades
esportes
bizarro
filmes

Interessante

Artista chinês cria bordados com fios de cabelo

O artista chines Zhang Dexuan, de 66 anos, se especializou em criar retratos e paisagens usando apenas fios de cabelos entrelaçados. Usando apenas uma pinça e uma lente de aumento, Zhang transforma chumaços de cabelo em verdadeiras obras de arte.

Dentre as personalidades já retratadas por Zhang estão o atual presidente dos EUA, Barack Obama, a Monalisa e também o artista chinês Jack Chan. Para alcançar níveis impressionantes de realismo em suas obras, Zhang cria inicialmente um modelo mais de 100 vezes maior que o produto final e depois seleciona fios de cabelo resistentes que possam ser entreleaçados.

Cada peça final fica com o tamanho semelhante ao de um selo postal e leva mais de 10 mil fios de cabelo para ficar pronta. Segundo o site Green Diary, Zhang leva semanas ou até meses para finalizar cada obra.



Compartilhe:



Fonte


Interessante, em 16/11/2010 às 12:19 por Juliane






Comentários:





destaques em Interessante

Jovem com metade do corpo é exemplo de determinação

o jovem Doug Forbis de 24 anos nasceu com uma doença muito r [ler+]

Um misterioso som vindo do Oceano Pacífico!

A foto é uma representação visual de um som alto e incomum v [ler+]

Curitiba terá cinema com poltronas que se mexem, vento e água na cara

Imagine você em uma sala de cinema assistindo o filme Pirata [ler+]

Jovem tem braços artificiais controlados pelo poder da mente

Após perder os braços em um acidente de trabalho há quatro a [ler+]

mais vistos em Interessante

Pesquisadores alegam ter encontrado a cidade perdida de Atlântida

A Atlântida ou Atlantis é uma lendária ilha ou continente cu [ler+]

Designer de moda cria roupas feitas de leite

Anke Domaske, uma designer de moda e microbiologista alemã, [ler+]

Esmaltes diferentes

Se você achava que a criatividade das marcas estava no fim, [ler+]

Britânico perde 1/3 da cabeça em queda brutal

Alan Hind tem 28 anos e vive sem um terço de seu crânio devi [ler+]


publicidade

publicidade