games
curiosidades
esportes
bizarro
filmes

Interessante

As inovações que podem mudar a sua vida dentro de 5 anos

Graças ao desenvolvimento científico e à inovação, os aparelhos e sistemas utilizados no quotidiano estão em constante mudança. Basta fazer uma retrospectiva dos últimos anos e perceber que o mundo foi «inundado» por novas tendências tecnológicas que, num curto espaço de tempo, se tornaram obsoletas.

O mesmo poderá acontecer nos tempos que se seguem, pelo que a International Business Machines (IBM) lançou uma lista de inovações com potencial para mudar a forma como as pessoas trabalham, vivem e planeiam dentro de cinco anos.

Segundo esta quinta edição do “Next 5 in 5”, nos próximos tempos, as interações com os amigos serão em 3D, as baterias respirarão ar para carregar os dispositivos, não será necessário ser um cientista para salvar o planeta, o trajeto casa-trabalho e trabalho-casa será personalizado e os computadores ajudarão a dar energia às cidades.
O‭ “‬Next‭ ‬5‭ ‬in‭ ‬5‭” ‬baseia-se em tendências sociais e de mercado expectáveis na mudança da vida das pessoas e aponta para tecnologias emergentes dos laboratórios IBM em todo o mundo capazes de possibilitar estas inovações.

Em relação à interação em três dimensões, a IBM acredita que, tendo em conta o desenvolvimento de interfaces 3D, vai ser possível interagir com hologramas dos amigos em tempo real. “Os cientistas estão a trabalhar para mudar a conversação-vídeo para uma conversação-holográfica ou‭ ‬telepresença‭ ‬3D‭”‬, disse a empresa norte-americana, explicando que esta técnica recolhe feixes de luz dispersos a partir dos objetos e reconstrói uma imagem desse objeto,‭ algo‬ similar ao processo que o olho humano utiliza para visualizar o que o rodeia.

Fazer com que a bateria de um portátil dure o dia inteiro ou com um um telemóvel se recarregue enquanto está no bolso também pode estar perto de acontecer. Nos próximos cinco anos,‭ ‬os avanços científicos em transístores e tecnologia de baterias permitirão que estes dispositivos tenham uma autonomia dez vezes maior do que a atual. Além disso, em alguns casos, as baterias poderão desaparecer completamente nos aparelhos mais pequenos.

Os cientistas estão a trabalhar em baterias que utilizam o ar para reagir com metal altamente energético,‭ ‬eliminando um inibidor-chave da duração das baterias.‭ ‬Se bem sucedido,‭ ‬o resultado será uma bateria recarregável,‭ ‬leve e potente,‭ ‬capaz de se abastecer a partir de tudo,‭ ‬válido para desde carros elétricos até dispositivos de consumo.

Do “cidadão cientista” à reciclagem de energia

A classe de “cidadão cientista” também pode uma novidade nos tempos que se seguem. Tendo em conta a quantidade de sensores que transportamos no dia-a-dia, como no telemóvel, no carro ou na carteira, há uma série de dados que poderá contribuir para o combate ao aquecimento global,‭ ‬o salvamento de espécies em vias de extinção ou o rastreio de plantas invasivas ou animais que ameaçam ecossistemas em todo o mundo.

Vão ser possíveis observações simples como quando ocorre o degelo numa cidade,‭ ‬quando ocorre atividade sísmica e outras informações valiosas que os cientistas não possuem em grandes quantidades hoje em dia.‭ Estes dados ‬poderão ajudar a mapear as consequências dos fenómenos naturais rapidamente,‭ ‬agilizando o trabalho das equipas de emergência, por exemplo.

Evitar filas de trânsito, metros lotados e atrasos também será viável,‭ visto que ‬tecnologias analíticas avançadas providenciarão recomendações personalizadas para que se chegue ao destino da forma mais rápida possível.‭ ‬Sistemas de tráfego adaptativos irão aprender intuitivamente padrões de trajeto e comportamento dos passageiros e comportar-se-ão para fornecer dinamicamente mais segurança de viagem e informação do trajecto para os passageiros de uma forma que não está disponível na atualidade.

Por último, a IBM prevê que a inovação em computadores e centros de dados possibilite usar o excesso de calor e energia emanados para permitir,‭ ‬entre outras situações,‭ ‬aquecer edifícios no Inverno e fornecer energia a ar condicionado no Verão.

As novas tecnologias,‭ ‬como os sistemas‭ ‬on-chip de refrigeração líquida desenvolvidos pela IBM,‭ ‬a energia térmica a partir de um conjunto de processadores de computadores pode ser eficientemente reciclada para fornecer água quente a um escritório ou a casas.



Compartilhe:




Interessante, em 30/12/2010 às 10:44 por Juliane






Comentários:





destaques em Interessante

Jovem tem braços artificiais controlados pelo poder da mente

Após perder os braços em um acidente de trabalho há quatro a [ler+]

Os robôs mais realistas do mundo

A ficção científica está repleta de histórias em que é difíc [ler+]

Um misterioso som vindo do Oceano Pacífico!

A foto é uma representação visual de um som alto e incomum v [ler+]

Jovem com metade do corpo é exemplo de determinação

o jovem Doug Forbis de 24 anos nasceu com uma doença muito r [ler+]

mais vistos em Interessante

Pesquisadores alegam ter encontrado a cidade perdida de Atlântida

A Atlântida ou Atlantis é uma lendária ilha ou continente cu [ler+]

Esmaltes diferentes

Se você achava que a criatividade das marcas estava no fim, [ler+]

Designer de moda cria roupas feitas de leite

Anke Domaske, uma designer de moda e microbiologista alemã, [ler+]

Britânico perde 1/3 da cabeça em queda brutal

Alan Hind tem 28 anos e vive sem um terço de seu crânio devi [ler+]